Caro Ofício

Posted: quarta-feira, 17 de agosto de 2011 by O Blog dos Poetas Vivos in Marcadores:
0

Equalizar

o aquém

e o além

Conviver

com eros

e thanatos

Redimir

o inespressivel, o inexpressivo

a ilegível grafia

Adentrar sem pavor

aos agudissímos gritos

e o mais grave silêncio

Subverter o glamur

de uma liberdade impotente

- rédea e ferradura -

Enfrentar com humor

a certeza

e o enigma

Descobrir

ao outro

e a si

Aprender

a ensinar

e aprender

Ensinar

a aprender e ensinar

e aprender

0 comentários:

expresse algo!